Hoje falaremos sobre conceito. Você sabe da importância disso para a sua linha?! Não? Então vou te explicar um pouco mais sobre isso, vamos lá?!!

O termo “conceito” é definido pelo Wikipédia da seguinte forma:
Conceito (do latim conceptus, do verbo concipere, significa “conter completamente”, “formar dentro de si”), substantivo masculino, é aquilo que a mente concebe ou entende: uma ideia ou noção, representação geral e abstracta de uma realidade.[1] Pode ser também definido como uma unidade semântica, um símbolo mental ou uma “unidade de conhecimento”. Um conceito corresponde geralmente a uma representação numa linguagem ou simbologia. O termo é usado em muitas áreas, como na matemática, na astronomia, na estatística, na filosofia, nas ciências cognitivas, na física, na biologia, na química, na economia e na informática.

Para ter uma linha bem elaborada é preciso que ela venha acompanhada de um conceito. A elaboração conceitual de uma linha leva em consideração o estilo do público para o qual essa linha foi pensada.

O estilo da linha deve “conversar”, ou seja, ser harmônico com o estilo do público-alvo, e para isso você precisa conhecer esse público, observe quais são as preferências deles para que sua produção seja assertiva.

O conceito está diretamente ligado à forma como a linha será vista, então será preciso que você apresente características que você sabe que o seu público valoriza. Além de usar informações para mostrar a base na qual a ideia será desenvolvida. Por isso é tão importante escolher uma foto de referência que represente o estilo do seu público e basear a produção da linha nessa foto, seguindo os tons, as texturas e tudo mais que remeta àquela imagem.

É importante também que sigam o mesmo conceito as propriedades fitoterápicas utilizadas, as cores escolhidas da paleta, e a combinação de essências.

Em poucas palavras, defina o conceito que norteará todo o trabalho e assim você conseguirá alinhar sua linha com o perfil e estilo do seu público, fazendo com que a linha seja coerente com o conceito criado.

Nessa Páscoa por exemplo desenvolvemos 3 linhas, com conceitos distintos para um mesmo tema.

A Coleção Dark Chocolate, que é uma linha de banho feita para os apaixonados por chocolates, buscamos toda a hidratação do cacau e da avelã. Então, além de todos os benefícios para pele, pensamos no banho dos sonhos que uma “chocólatra” adoraria vivenciar.

A Coleção Coelho Encantado foi pensada nas famílias que buscam paz, que admiram as decorações mais leves. Para essa coleção eu pensei em um perfume que conduza a mente das pessoas para um lugar provençal, rústico, mas ao mesmo tempo leve. A combinação envolveu florais, perfumes femininos e não poderia deixar de ter o doce do chocolate branco.

E para a Páscoa Tradicional a ideia foi tornar esse estilo mais sofisticado por isso decidimos por esmaecer um pouco os tons, tanto do laranja quanto do verde, e até mesmo o tom kraft que está bem presente em toda essa coleção. Para que conseguíssemos unir tradição, bom gosto e um estilo atual, nós colocamos na linha um rótulo com o conceito mais “Maison”, ganhando corpo e unindo a parte mais delicada do coelhinho com os frascos mais sofisticados.

Agora que você sabe tudo sobre conceito, bora criar linhas que realmente estejam em sintonia com o seu público?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *