Nos últimos anos, os produtos e serviços para eles começaram a ganhar mais atenção e tudo indica que essa tendência veio para ficar. Dados dá consultoria britânica Euromonitor International demonstram que as vendas de produtos voltados para a beleza masculina vão continuar crescendo.

E o segmento de cosméticos e produtos de beleza voltado para homens atingiu US$ 69 bilhões em 2020, e deve seguir em pleno crescimento – a previsão é que o setor movimente US$ 78,6 bi em 2024. O público masculino é uma aposta para expandir o já gigante setor de cosméticos e cuidados pessoais brasileiro, que é o quarto maior do mundo, atrás somente de Estados Unidos, China e Japão, segundo a consultoria Research & Markets,

Em entrevista a um portal de notícias do setor, Iris Ramirez, analista sênior do setor de Beleza e Cuidados Pessoais da Mintel, informou que 19% deles costumam comprar produtos de beleza sempre nas mesmas lojas, contra 15% das mulheres. Ou seja, quando o assunto é ambiente de compra, os homens se declararam mais fiéis que as mulheres. Essa perspectiva alavanca o potencial de oportunidades como: lojas exclusivas de produtos de beleza para homens ou seções separadas para esse público dentro das lojas de varejo. Uma pesquisa encomendada pela L’Oréal apontou que 85% dos homens no Brasil compram seus próprios produtos – o que indica que a aposta da comunicação visual de uma loja ou de uma seção exclusivamente masculina precisa ser planejada para atrair esse perfil de consumidor.

Mudança de comportamento
A mudança do comportamento masculino em relação à própria beleza é um fenômeno mundial. A aposta do mercado global para os próximos anos é a consolidação de um consumo mais forte em cosméticos, do que em produtos de higiene pessoal. Uma pesquisa realizada pelo grupo Croma revelou que os principais produtos em mais consumo e intenção de consumo entre os homens são:

65% perfumes
63% shampoos e condicionadores
40% cuidados com a barba
30% cremes e loções para o corpo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *