O se reciclar, o dar uma nova cara para a sua arte, conhecer novos rumos para o que você  faz, o aperfeiçoar-se, enfim… se dar uma nova chance de vencer.

Isso tudo é preciso quando percebemos que podemos ir mais longe, eu amo desafios e isso me faz sempre esperar uma nova fase.
Sonhar é obrigatório, mas o realizar é uma escolha. E algo que requer muito mais que apenas vontade, e sim persistência. Fazer valer é bem importante, mas fazer com todos os detalhes, tentar errar menos, buscar o foco o tempo todo e por fim se permitir acertar! Isso não é fácil, mas é super capaz, para aqueles que olham os detalhes, não passam despercebidos pelas atitudes e comportamentos dos outros.

Outro ponto  é buscar pessoas em que possamos nos espelhar e até mesmo escorar quando mais se precisa! Falo isso tudo isso por que estou prestes a começar essa mesma história, mesma por que toda vez é muito parecido, o gás de dentro da gente, a vontade de acordar mais cedo, o medo de fraquejar… Sim o mesmo! Mas começamos com o reinventar e agora falo de fazer o mesmo? Sim, o mesmo sentimento mas com o foco de vencer uma nova etapa. Isso muda tudo e ao mesmo tempo é preciso manter o fogo da paixão pelos nossos afazeres.
Vamos lá! Podemos descobrir esta hora quando tudo parece estar perfeito! Ou naquela hora em que tudo está do jeito que você sonhou, naquelas horas em que você percebe a falta do tesão de um novo desafio. Este tema para nós, designers manuais, é de suma importância, somos levados pelos nossos sonhos, mas também conduzidos por nossas experiências, na hora do vamos ver, não tem patrão para mostrar o jeito correto e muito menos patrão pra nos fazer um adiantamento pra pagar a fatura. Então é preciso ser tudo isso e mais um pouco se você decidiu vencer fazendo o que  sonha se tornar útil, casual e desejado pelo povo. Temos que encarar profissionalmente o que fazemos pois isso vai ser nossa história lá na frente e também o que vamos usar de base para projetos futuros e diga lá logo sem cerimônia, gente fracassada e sem estímulo está cheio por ai, já vimos como são, já anotamos o que não queremos para nós e agora é botar a vida para acontecer.

Tudo o que vejo, os lugares que ando, o jeito que eu vejo as pessoas vivendo, isso tudo me inspira. Ver um lugar maravilhoso, cheio de padrões, cheio de riqueza e de inteligência, só me faz pensar que terei isso no meu rótulo também. Por que não? Se eu pensar que quero aquilo também e hoje só tiver uma janela pequenina para mostrar isso, pode ser uma cesta, pode ser a mesa da feira do colégio, onde for! Esse vai ser o local que eu vou fazer o mundo me ver! A nossa vida é e tem que ser assim, para as coisas boas não podemos ter limites e se depende exclusivamente do nosso fazer, então borá lá que seus minutos também são rolando.

Beijos e obrigado mais uma vez pela confiança.
Peter Paiva

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *